Vitrine Submarino: Cuidado ou Google ferra com SEO site.

Testando a nova vitrine de produtos do Submarino para usar no A Vida Secreta, me deparei com algo que pode ser bem prejudicial para seu site, mas ótimo para o site deles, no que diz respeito a SEO: um link bem escondidinho, além do link do banner.

Image Bank Afiliados Submarino. Vitrine com link escondido.Eu já achava pouco correto quase todo banner deles ter link usando âncora – o elemento a href do HTML – ao invés de script para gerar o link, mas no código da Vitrine Submarino – que você pode ver na imagem ao lado e está disponível na área de banco de imagens Submarino – o link está escondido através do código “text-indent:-9000px” , o que pode ser considerado trapaça pelo Google (Black Hat SEO), que não gosta nem de link escondido e nem da idéia de vender links, e isto pode ser entendido como venda de links.

Instalei o código no A Vida Secreta ontem, mas não tive dúvida, tirei o link. E para piorar hoje a vitrine não funcionou nem com reza braba (aliás, nem no preview no Imagebank usando Chrome) e isto estava deixando meu site mais lento. Não tive dúvida novamente: removi a vitrine

Mandei uma mensagem para o departamento de comissões do submarino e avisei no Twitter sobre este post, para saber a posição deles. Quem sabe finalmente respondem um e-mail com velocidade.

Enquanto isso, cuidado ao usar esta vitrine ou você pode ser punido pelo Google.

Anúncios

Roteiro para Entrevista de Emprego (SEO para Gerenciamento de Projetos)

Este post é um experimento de SEO (Search Engine Optimization – Otimização para Buscadores) sobre entrevista de empregos, gerência de projetos – e sobre assuntos correlatos como PMI (Project Management Institute) e PMBok (Project Management Body of Knowledge), claro – e também um exercício de galhardia, na forma de um roteiro para entrevista de emprego, versão hollywoodiana.

É só a primeira parte, e não sei se vai continuar.

0007 – Celso Bessa Quer Jogar
(Celso Bessa Wants to be a Player.)

Brasil – 2008
Elenco: Celso Bessa, Equipes de Recrutamento, Criação e Produção de uma empresa de comunicação bem conceituada no mercado.
Roteiro/Direção/Produção: Celso Bessa e a equipe da empresa acima mencionada

Fade in e efeito “cortina”, simulando abertura de olhos, imagem difusa e desfocada. 3 pessoas (personagens 2, 3 e 4) entram em quadro, melhorando o foco aos poucos, mas sem que imagem melhore o suficiente para reconhecer estes personagens. A câmera está na altura da cintura das 3 personagens em quadro, sugerindo a visão – em primeira pessoa – de alguém sentado (personagem 1).

Personagem 2, agressivamente:
– Então você usa Dreamweaver? Seu sujo!

Personagem 3, rindo debochadamente:
– Looser!

Personagem 4, rindo:
– Dreamweaver é para os fracos!

Personagem 2, se aproxima, dá tapa na cara do personagem 1:
– Fala! Fala que usa o Dreamweaver!
(Camera se move e desfoca, simulando o efeito do tapa e voltando lentamente ao foco e posição anterior, mas sempre acompanhando Personagem 2)

Personagem 1:
– Eu… eu… argh… eu gosto… hum… das ferramentas… de produti… produtividade dele…. aham… Essa coisa… de CTRL isso… CTRL aquilo…. trocar strings em…

Personagem 2:
– Você é fraco! Fraco! (pausa, baixa o tom de voz) Mas nós vamos te transformar em jogador forte. (personagem 2 fala agressivamente novamente). Forte, tá me entendendo? Fala que não vai mais usar o Dreamweaver!

(câmera balança horizontalmente, simulando um balançar de cabeça em negativa)

Personagem 1:
– Não, não mais… sem Dreamweaver… cof… sem, sem clicar naquele iconezinho… verde… com um Dw no meio. Eu juro!

Personagem 3:
– Ei, chefe.

(camera direcionada para personagem 3, que se aproxima do personagem 2 e mostra um papel sulfite)

Personagem 3:
– Olha só aqui no currículo dele. Além de fraco, é cego: tá estudando gerenciamento de projetos online e lendo material de PMBok da galera do trampo dele. Olha lá, mais um cara para ficar querendo dizer como fazer isso e aquilo com essa porcaria de certificação PMI… loooooser…

Personagem 4:
– Hahahahahahahahahahahahah, palhaço.

Personagem 2:
– Tsc, tsc. Acho que não tem salvação.

Personagem 1:
– Nããããão…. Eu vou… vou conseguir… Eu ainda não… não “tô” evangelizado… no PMBook… e eu… me viro bem até com notepad… eu edito até no papel… eu faço até XML e CSS do cenário de um boteco… no guardanapo!!!!

Personagem 2:
– Ah, é? Ah, é? Tu tá me zoando? (tapão na cara). Tá zoando, é, safado? Fanfarrão! Tá se achando o bonzão, então pede! Pede para entrar, pede para entrar! Pede!

Personagem 1:
– Eu quero… eu quero… (pausa, reunindo forças) Eu quero entrar!!!!

Personagem 2:
– Fala, fala para todo mundo ouvir!

Personagem 1, gritando:
– Eu quero, eu quero entrar!

Personagem 1, falando em tom normal:
– mas “pera aí”… esse filme não é outro?

(continua numa entrevista de emprego?)

PS1: Para quem não conhece, o PMI é o grupo que criou o que é considerado o principal padrão ou metodologia de gerenciamento de projetos, que pode ser usado em qualquer contexto: de tecnologia da informação a criação e lançamento de um produto manufaturado novo, de um serviço a consumidores a uma campanha de marketing B2B (Business-to-Business)

PS2: A idéia original era fazer uma cena bem parecida com a tortura que Bond sofre em 007 – Cassino Royale, logo após bater o carro. Mas a cena me dá arrepios e resolvi deixar de lado.

PS3: Para os sádicos e cinéfilos de plantão, segue abaixo o vídeo da cena do acidente e tortura do 007 – Cassino Royale. Aliás, o melhor filme da série. Recomendo. (a versão do link acima é direto a ponto)

Google Alerts – Conferindo buscas no e-mail

[Este texto contém uma errata. Clique aqui para ler]

“Como é que não pensei nisso antes?”

Essa é uma das perguntas que muita gente faz cada vez que o Google lança um dos seus “badaluques cibernéticos”. Idéias simples, doida e úteis que depois parecem a coisa mais óbvia do mundo.

Quem nunca fez uma busca sobre um assunto – digamos, mídia externa – e gostaria de ficar atualizado sobre os resultados desta busca? Pois agora eles lançaram o Google Alerts (Alertas Google), que faz buscas pré-determinadas no Google e lhe envia os resultados mais recentes por seu e-mail uma vez por dia, uma vez por semana ou apenas quando surgir atualização.

Simples e genial.

E tem potencial para crescer bastante se vier a integrar-se ao Google Web History, Gmail, entre outras ferramentas da empresa. Sem falar no potencial publicitário na integração com a dobradinha Adsense/Adwords e utilidade para profissionais de SEO (Search Engine Optimization, ou Otimização para Ferramentas de Busca), mantendo-se atualizados sobre os resultados das buscas por palavras-chaves utilizadas nos trabalhos de otimização.

Coisa de louco esse Google Alerts, e esse Google é um hospício. :-)

Veja o anúncio oficial no blog oficial do Google: Official A new caffeine-free way to stay alert

Texto também publicado em: