Lojas Americanas.com Proibida de Vender no Rio e Amazon no Brasil

Eu já não compro na Americanas.com há um bom tempo – desde minha dramática experiência com a Americanas.com, anos atrás – e tenho evitado comprar no Submarino, do mesmo grupo. Esta semana, duas notícias me deram um certo alento e espero que sirvam para fazer o e-commerce brasileiro realmente amadurecer e respeitar o consumidor.

Americanas.com é proibida de vender no Rio

A loja online Americanas.com está proibida de fazer novas vendas no Estado do Rio de Janeiro até que regularize suas entregas atrasadas.

[…]

De acordo com o promotor Júlio Machado, autor da ação civil, a empresa estaria vendendo mais produtos do que possui capacidade de entregar.

A ação foi imposta em janeiro deste ano, depois de uma onda de reclamações feitas por clientes em relação às compras de fim de ano não entregues.

De acordo com O Globo, cerca de 500 reclamações contra a Americanas.com são enviadas ao jornal diariamente.

Fonte: Revista Info.

E a Amazon, a maior empresa de E-commerce no mundo – copiada por outras empresas em todos os países, inclusive aqui – está chegando no Brasil. Certamente, vai dar uma sacudida nos concorrentes.

Amazon Chega ao Brasil

A Amazon está aportando no Brasil. A maior varejista eletrônica do mundo deve iniciar sua operação por aqui no fim deste ano ou no início de 2012. Para isso, já negocia com editoras brasileiras a conversão, em grande escala, de títulos nacionais em e-books, além de vender por aqui seu leitor de livros digitais, o Kindle. “Estamos em contato com o emissário da Amazon. E ele está conversando com várias editoras locais”, revela Sérgio Machado, presidente da Record, uma das maiores empresas do setor editorial no país.

Mas a Amazon não vive só de livros. Ao contrário. No ano passado, suas vendas nesse segmento (reforçadas por discos, consoles de games, software e downloads) foram responsáveis por menos da metade do faturamento de 34 bilhões de dólares da empresa – que atualmente vende itens tão diversos quanto acessórios automotivos e ervas para gatos. A companhia americana confirma que tem “planos para o Brasil”, mas guarda segredo sobre eles.

Fonte: Blog do E-commerce

Vaga para Executivo de Vendas – Casamentoclick Brasil

Logo Casamentoclick, portal de notícias e guia de fornecedores para casamentosRepassando informações da vaga para executivo de vendas aberta no Casamentoclick portal especializado em informações, dicas, ferramentas e fornecedores de serviços para casamento. Se você estiver no perfil, aproveite. Não só o mercado de casamentos está apresentando aquecimento, como a empresa multinacional está chegando no Brasil com “os dois pés no peito”.

Anote:

Perfil da Empresa – Casamentoclick

Multinacional espanhola do segmento de Internet, com dez anos de mercado e presente em oito países – Espanha, Itália, Portugal, República Dominicana, México, Polônia, Porto Rico e Brasil -, líder de mercado e em processo de expansão mundial. Em fase de abertura de escritórios nas principais capitais do país.

Empresa com perfil bastante jovem e agressivo. Busca profissionais com muita energia e vontade de fazer acontecer. Como start up no Brasil, necessita de profissionais que gostam de desafio.

A meta corporativa da empresa é expandir para mais 15 países nos próximos cinco anos. Esse momento confere grandes oportunidades de crescimento para seus colaboradores e como qualquer empresa do segmento de Internet é bastante dinâmica e inovadora.

Perfil do Executivo de Vendas desejado

Básico

  • Superior Completo
  • Experiência em vendas direta e de impacto ( empresas de serviços, mídia, internet e/ou publicidade).

Técnico e Comportamental

  • Estabilidade: profissionais de nível Junior devem ter no mínimo 2 anos de experiência em cada empresa e para o profissional Pleno ou Sênior, mínimo de 3 anos em cada empresa.
  • Confiança, garra e energia.
  • Agressividade positiva (fazer acontecer)
  • Ambição e interesse em participar de uma startup. Temos grande interesse por candidatos com perfil empreendedor. Se já tiverem aberto empresa própria em algum momento, melhor!
  • Alta capacidade de negociação.
  • Boa apresentação, boa comunicação e boa capacidade de análise

Capacitação profissional/técnica para o cargo

  • Experiência em vendas que exigem grande poder de negociação e sedução do cliente.

Outros

  • Disponibilidade para iniciar com brevidade.
  • Disponibilidade para viagens e para residir em São Paulo ou outros estados, se necessário.
  • Carro próprio.
  • Desejável experiência liderando equipe de vendas

Se você acredita estar neste perfil, envie seu currículo para o e-mail talentos@casamentoclick.com.br

Post-It: A revolução nândica da cerveja usável

Em maio de 2007 eu publiquei o texto O site da Bohemia em Flash. Ou, me deixa falar bem da cerveja!, reclamando do site da cerveja Bohemia e publicando o e-mail que enviei, via formulário do site, ao SAC da AmBev.

Dois dias depois de publicar o texto, ainda não havia recebido resposta e liguei para o SAC: a atendente me pediu para aguardar 5 dias úteis pela resposta, que estou esperando até hoje.

“E daí, Celso?”

Daí que vira e mexe aparece nas estatísticas do blogue que alguém chegou aqui através de buscas relacionadas à Bohemia Weiss. Fui verificar Grande Oráculo Googleano e estou entre os primeiros resultados e o site da AmBev mesmo nem aparece por lá. Tudo bem que eu ainda estou fazendo propaganda indireta da cerveja, mas poderia ser mais positiva e não reclamando do site e da falta de cuidado no atendimento da empresa.

E esse papo me leva a comentar do texto no Revolução.Etc, Foco na experiência do usuário é para todos , por sua vez repicando o texto de Fernando Aquino, A morte desejada do Especialista em Usabilidade, em Nandico.com.

O texto é ótimo e mostra o quanto as empresas ainda precisam amadurecer muito além da tecnologia. Sejam empresas de varejo com péssimas práticas de e-commerce (alguém gritou Americanas.com aí?) ou uma indústria de cerveja em ações de branding ou qualquer outra empresa, o importante é pensar no usuário, que afinal, é quem paga as contas.

Direitos e reclamações de consumidores – dicas e links.

[atualização 29/05/2011]
Notícias boas para sacudir o e-commerce no Brasil:

Lojas Americanas.com Proibida de Vender no Rio e Amazon no Brasil

[/atualização]

Freqüentemente, algum visitante deixa comentário ou me manda e-mail pedindo informações, reclamando ou solicitando providências de lojas de e-commerce como Submarino, Americanas.com (socorro), varejistas como Casas Bahia e Magazine Luiza ou operadoras de telefonia como Telefônica, Vivo, TIM, et cetera. Vários, pensam que este blogue ou eu temos alguma relação com as empresas ou somos orgãos que podem ajudá-los a conseguir ter o direito respeitado ou serem ouvidos.

Infelizmente, não posso fazer nada além de dar “voz” a estes consumidores ou alguma dica por e-mail e insistir que as empresas precisam investir menos em tecnologia e mais na relação humana com seus clientes consumidores.

Enquanto estas companhias não fazem esse investimento, continuo dando o espaço e dicas. Segue uma lista de links e dicas úteis:

  • ProconSP;
  • IDEC;
  • Entupa a caixa postal da empresa de e-mails: ombudsmen, SACs, etc;
  • Blog A Era do Consumidor;
  • Reclame Aqui.Net http://www.reclameaqui.net/;
  • Casas Bahia.Org;
  • Escreve em blogs e comunidades sobre o assunto (Eu Odeio Americanas.com, no Orkut, por exemplo). Não terão visibilidade direta, mas vão ajudar a tirar a empresa de boas posições em buscas (Google, Yahoo, et cetera) e vão abrir os olhos de compradores em potencial, a empresa vai gastar mais grana. Não resolve o seu problema mas dá uma satisfaçãozinha. :-) ;
  • Mande e-mail do ombudsman da empresa (como fiz com a da Americanas.com) ou para o e-mail dos investidores destas empresas.;
  • Artigos sobre a negócios, social media e as relações entre empresa e consumidor no Webinsider;
  • Escrever para veículos de mídia tradicional. Tantos os gerais como Folha, Estadão, JB e Veja, entre outros, como os de nicho ou mercado como INFO, Casa&Decoração, Consumidor Moderno;
  • Site Nunca Mais.Net, já mencionado anteriormente aqui no Post-Its no texto Utilidade Pública.

Conforme eu for lembrando de outras dicas, coloco aqui. Enquanto isso, clique aqui para ler outros textos sobre problemas no e-commerce, negócios e direitos dos consumidores aqui no Post-Its.

‘braços e boa sorte, crianças!

[editado em 25 de setembro de 2007 às 16h55]