Daniella Cicarelli e Tato Malzoni contra o You Tube. Justiça nega indenização.

Acabei de ler no Blue Bus que a justiça paulista considerou improcedente o pedido de indenização que Daniella Cicarelli e Tato Malzoni incluiram na ação contra o You Tube. Aquela ação ridícula que resultou no bloqueio rídículo ao You Tube por causa de um vídeo ridículo em janeiro.

A proibição quanto à veiculação do dito vídeo na web, também caiu. Como ainda cabe recurso, sugiro àqueles que têm esse vídeo, que o coloquem no maior número possível de sites de compartilhamento. Aliás, sugiro que façam isso com seus blogs, suas imagens, et cetera, enquanto não for considerado um crime e também para não correr riscos técnicos e operacionais como ele ser apagado, de site X ser bloqueado, ou mesmo os “estilhaços” de uma guerra cibernética apagar o seu site preferido, et cetera. Lembrem-se do velho ensinamento: não guarde todos os seus ovos em apenas uma cesta.

‘braços

Celso
go = Steve Wonder: Superstition

Technorati tags: bloqueioaoyoutube, burlarbloqueioaoyoutube, daniela+cicarelli, daniella+cicarelli, youtube, you+tube, desobedienciacivil e desobediencia+civil

Anúncios

Post-It: Blogging Code, Tim O’Reilly propõe código de conduta em blogues

versão em português

Blogging Code, o meio termoO Tim O’Reilly está propondo um código de ética na blogosfera. Em princípio não concordo, mas, como eu andei pensando em não permitir comentários anônimos aqui no Post-It (quer liberdade para falar? então dê a cara para bater!) e eu sou taoísta, vou ficar em cima do muro.

Se quiser saber qual é a proposta, veja em http://radar.oreilly.com/archives/2007/04/draft_bloggers_1.html
(em inglês)

english version

Tim O’Reilly has proposed a blogging code. My first though is: nope, i’m against this code! But i’ve been thinking about forbid anonymous comments here on Post-Its (wanna some freedom of speach? So, show yourself) and i’m taoist, so, i will say that i’m in the middle lane: i do not agree and i do not disagree.
If you want to know the proposal. Read it in http://radar.oreilly.com/archives/2007/04/draft_bloggers_1.html

deutsch version

Tim O’Reilly hat einen bloggenden Code vorgeschlagen. Meines erstes obwohl ist: nicht, ich bin gegen diesen Code! Aber ich habe angedacth (Hey Ulli, should this be a separeted verb?) verbietet anonymen Bemerkungen hier auf Post-It (wollen Sie Freiheit von speach? Zeigen Sie deshalb) und ich bin taoistisch so ich will sage, dass ich bin in der mittleren Gasse: ich nicht übereinstimme, und ich stimme nicht übereinstimme nicht.
Wollst Du deve Vorschlag kennen? Lies du in http://radar.oreilly.com/archives/2007/04/draft_bloggers_1.html

(Englisch)

Argumentos contra o copyright, por Fernand Alphen. Viva o Creative Commons!

Primeiro, desculpem não publicar com frqüencia nos últimos dias. Culpa de toneladas de trabalhos, estudos e projetos.

Segundo, leiam o texto do Fernand Alphen , da F/Nazca, no Webinsider, intitulado: O Copyright é entrave à memória, difusão e organização.

Trechinho:

“A excessiva proteção aos direitos autorais não estaria sendo um real – e inflexível – entrave não somente à difusão de conhecimento mas também à perpetuação da memória cultural?”

Não é segredo que sou entusiasta do Creative Commons, inclusive na minha página do Flickr e aqui no blog há diversas ilustrações sob licença Creative Commons, além de textos defendendo ou comentando o assunto. Mas se você é do tipo que só dá atenção a um conceito quando defendido por um figurão, espero que o texto do Fernand abra seus olhos.

Creative Commons no Celso Bessa Post-Its:

Pequenas Revoluções – Desembargador ordena desbloqueio ao You Tube

Boicote a Daniella CicarelliPra mim, o lado Coca-Cola da vida – de abrir um sorrisão e dar pulos de alegria- é ler um notícia como essa que acabei de ver Consultor Jurídico sobre o bloqueio por causa do vídeo da Daniella Cicarelli transando. O desembargador voltou atrás na sua decisão que deixou bem claro desconhecimento – compartilhado por muitas autoridades – sobre o assunto e demonstrou ser mais um engolido pelo bicho papão internet:

Ou seja – Desembargador do TJ-SP manda desbloquear YouTube

por Maurício Cardoso

O desembargador Ênio Santarelli Zuliani, do Tribunal de Justiça de São Paulo, determinou nesta terça-feira (9/1) o desbloqueio do site de vídeos YouTube. Ele mandou “restabelecer o sinal do site YouTube, solicitando que as operadoras restabeleçam o acesso e informem ao Tribunal as razões técnicas da suposta impossibilidade de serem bloqueados os endereços eletrônicos”.

A blogosfera e internautas unidos, demonstrando seu repúdio e influenciando. Isso é mais que uma pequena revolução.

Parabéns a todos que se manifestaram. Mas tudo isso ainda deve continuar: o boicote à Cicarelli, a cobrança por mais conhecimento técnico – em qualquer assunto – de por parte das autoridades, a mobilização. Enormes pequenas revoluções, pois a história é feita de cotidiano.

Como a pequena revolução pessoal do Juiz Jorge Araújo, que pra mim é um bom exemplo que precisa ser seguido. Aproveito para citar uma “conversinha” que tive ele através dos comentários. Acho que cabe bem aqui, não só para mostrar uma excessão que precisa virar regra, como esclarece um pouco sobre a questão da legalidade do assunto e sobre o que penso sobre cidadania e desobediência civil:

Jorge Araujo // Jan 9th 2007 at 12:45

Celso,

Como a ordem não foi dirigida à população: “é proibido assistir aos vídeos do YouTube”, mas às empresas provedoras de serviços, não há qualquer ilícito em assistir ou divulgar formas de assistir ao vídeo.
Aliás a iniciativa apenas demonstra a cidadania e o quanto o Brasil é diferente da China ao que estamos comparados, pois lá é ilegal o acesso.

No mais parabéns pela iniciativa. Já divulguei em um dos meus posts uma forma de assistir ao vídeo, mas para mim o assunto, ao menos no meu blog já se esgotou (ou me esgotou).

Um abraço!

Celso Bessa said…

Olá Jorge.

Agradeço o comentário, principalmente ao enfatizar que não há nada ilegal em burlarmos o bloqueio ao You Tube.

Para fechar esse assunto aqui em seu blog, faço dois comentários:

  • 1) A necessidade de um maior esclarecimento técnico por parte das autoridades executivas, judiciárias e legislativas em todas as questões. Nesse caso, do “bicho-papão internet”*. E aqui Acho importante ressaltar que Acho que está bem claro que a cidadania bem claro que o que chamo de desobediência civil.
  • 2) Se por um lado faz parte da cidadania fazer com que a legislação ou decisões da justiça, por outro, descumprí-las ou burlar estas mesmas leis e decisões também faz parte de nossa obrigação como cidadãos. Mesmo que a decisão tivesse efeito sobre nós cidadãos e não provedores. Eis o conceito de desobediência civil que defendo, pois nesse caso acredito que um princípio básico de cidadania – e creio do direito – é de que o interesse coletivo tem precedência sobre o indivídual, como defendi no post Sobre Nova Schin, ANVISA, publicitários, censura, liberdades e responsabilidades

Parabéns novamente a todos. E como disse o Júlio Hungria, no Blue Bus: tomate neles!

‘braços

Technorati tags: bloqueioaoyoutube, burlarbloqueioaoyoutube, daniela+cicarelli, daniella+cicarelli, youtube e you+tube. No meu caso, também vou incluir as tags desobedienciacivil e desobediencia+civil

Desobediência Civil – burlando o bloqueio ao You Tube #1

Boicote a Daniella Cicarelli[atualizado em 12/01/2007 às 09h55]

O desembargador voltou atrás e deu ordem para desbloqueio do You Tube.

Uma pequena lista de textos ensinando a burlar o bloqueio ao You Tube determinado pela justiça de São Paulo em função do vídeo da Daniella Cicarelli e Tato Malzoni.

Proponho que todos publiquem a lista, acrescentem novos métodos e usem as mesmas tags Technorati em todos os blogs/sites para que as dicas sejam encontrados por usuários web em diversos locais e diminuir a possibilidade de alguma liminar tirar um ou outro do ar. As tags: bloqueioaoyoutube, burlarbloqueioaoyoutube, daniela+cicarelli, daniella+cicarelli, youtube e you+tube. No meu caso, também vou incluir as tags desobedienciacivil e desobediencia+civil.

Aproveite e faça barulho no Irrepressible.Info e no Open Net Initiative também.

Por último, sugiro uma visita ao www.boicoteacicarelli.com/ que no post Vamos a luta camaradas! publica uma lista de e-mails da MTV e pede que enviem um e-mail à emissora com a seguinte mensagem:

“Caros amigos da MTV, eu me recuso a assistir a sua televisão até que a Cicarelli seja demitida ou ela aceite que está errada e desbloqueie o youtube. Agora vocês escolham, se preferem a apresentadora ou o telespectador.”

‘braços

Celso Bessa

wordpresser

Burlando o bloqueio ao You Tube #1