Lojas Americanas.com Proibida de Vender no Rio e Amazon no Brasil

Eu já não compro na Americanas.com há um bom tempo – desde minha dramática experiência com a Americanas.com, anos atrás – e tenho evitado comprar no Submarino, do mesmo grupo. Esta semana, duas notícias me deram um certo alento e espero que sirvam para fazer o e-commerce brasileiro realmente amadurecer e respeitar o consumidor.

Americanas.com é proibida de vender no Rio

A loja online Americanas.com está proibida de fazer novas vendas no Estado do Rio de Janeiro até que regularize suas entregas atrasadas.

[…]

De acordo com o promotor Júlio Machado, autor da ação civil, a empresa estaria vendendo mais produtos do que possui capacidade de entregar.

A ação foi imposta em janeiro deste ano, depois de uma onda de reclamações feitas por clientes em relação às compras de fim de ano não entregues.

De acordo com O Globo, cerca de 500 reclamações contra a Americanas.com são enviadas ao jornal diariamente.

Fonte: Revista Info.

E a Amazon, a maior empresa de E-commerce no mundo – copiada por outras empresas em todos os países, inclusive aqui – está chegando no Brasil. Certamente, vai dar uma sacudida nos concorrentes.

Amazon Chega ao Brasil

A Amazon está aportando no Brasil. A maior varejista eletrônica do mundo deve iniciar sua operação por aqui no fim deste ano ou no início de 2012. Para isso, já negocia com editoras brasileiras a conversão, em grande escala, de títulos nacionais em e-books, além de vender por aqui seu leitor de livros digitais, o Kindle. “Estamos em contato com o emissário da Amazon. E ele está conversando com várias editoras locais”, revela Sérgio Machado, presidente da Record, uma das maiores empresas do setor editorial no país.

Mas a Amazon não vive só de livros. Ao contrário. No ano passado, suas vendas nesse segmento (reforçadas por discos, consoles de games, software e downloads) foram responsáveis por menos da metade do faturamento de 34 bilhões de dólares da empresa – que atualmente vende itens tão diversos quanto acessórios automotivos e ervas para gatos. A companhia americana confirma que tem “planos para o Brasil”, mas guarda segredo sobre eles.

Fonte: Blog do E-commerce