Post-It: O Capitão Nascimento não é herói

Direto do site da Deutsche Welle, via Google Reader, trecho de entrevista de Wagner Moura no Festival de Berlin:

Entendo parte da população considerá-lo um herói. A gente está tão carente de qualquer tipo de espécie de segurança pública, de planejamento nesse aspecto, que, para algumas pessoas, quando elas vêem, na tela, um cara de preto, honesto, que ama sua família e vai para a favela atirar em traficante, as pessoas podem se identificar com ele, achar que aquilo é a solução. Embora é preciso que se diga que nós não concordamos com isso de forma alguma.

Eu engrosso o coro dele: não concordo.

Anúncios

Uma resposta em “Post-It: O Capitão Nascimento não é herói

  1. Eu queria um pra levar na bolsa, ao lado do celular. Pena que Mastercard ainda não está comprando capitães nascimentos.

Os comentários estão desativados.