Inovação, empreendedorismo, micro-empresas e pequenas revoluções

Não é segredo que sou admirador do Fábio Bueno Netto e, principalmente, da empresa dele, a 24×7 Cultural.

Além de eu ser fanático por leitura, as máquinas de vender livro da 24×7 Cultural representam um ótimo estímulo à leitura no país: livros de qualidade e acessíveis – fáceis de encontrar, comprar e a preço baixo.

Não bastasse isso, admiro o espírito irriquieto e empreendedor do Fábio. Postura pró-ativa que deveria ser mais estimulada em nossas universidades, faculdades e empresas.

E para quem ainda não se convenceu de que é um bom exemplo, a 24×7 Cultural será citada no estudo 101 Innovations do Monitor Group. É a única empresa brasileira a constar no estudo, segundo a matéria da revista Época com data de capa de 07 de Maio de 2007. Tem muita gente – e empresa – que não consegue tal proeza.

Acho que passou da hora da valorização dos pequenos e médios – o verdadeiro motor da economia – ser valorizado e fomentado pela sociedade civil e o poder público. Ainda falta muito, mas alguns passos já foram dados em direção a deixarmos de ser o Brasil Gambiarra e de as pequenas revoluções finalmente ganharem massa crítica.

Oxalá esse movimento se fortaleça. E parabéns ao Fábio e à turma da 24×7 por fazerem uma destas pequenas revoluções.

‘braços

3 respostas em “Inovação, empreendedorismo, micro-empresas e pequenas revoluções

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s