Reinterpretando Drummond – Quadrilha na Versão Corporativa

Quadrilha Corp.

João mandava em Teresa que mandava Raimundo
que manda em Maria que mandava Joaquim que mandava Lili
que era raspa de tacho no organograma e não mandava em ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o concorrente,
Raimundo subiu e foi desastre, Maria ficou para tia do departamento,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que comprou 51% das ações e passou a mandar nessa história.

Celso Bessa sobre poema de Carlos Drummond de Andrade

Quadrilha

João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história.

Carlos Drummond de Andrade

Anúncios

9 respostas em “Reinterpretando Drummond – Quadrilha na Versão Corporativa

    • Espero que sim. Afinal, tendo trabalhado a maior parte da vida como funcionário público, devia conhecer ótimos (ou péssimos?) exemplos de burrice organizacional!

      Obrigado pela visita!

      :-)

      Celso Bessa

  1. Pingback: Reinterpretando Drummond 2 – No meio do caminho versão programação | Celso Bessa Post-its

  2. Pingback: Reinterpretando Drummond 3 – No meio do caminho tinha um pedestre | Celso Bessa Post-its

  3. Pingback: Analfas do Dia das Bruxas no Shame on You Blogueira | Celso Bessa Post-its

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s