Post-It: Publicidade e Ética, por Ercílio Tranjan

Obrigatório ler e ver a entrevista Ercílio Tranjan no Jornalirismo. O publicitário, com extensa lista de serviços prestados à propaganda brasileiro metralha:

Me envergonha ser publicitário

“A propaganda do futuro começa no passado”

“A idéia era a seguinte: a gente deveria querer ver esse cara longe, mas, para vê-lo longe, a gente deveria tratar bem e respeitar o consumidor. Esse era o escopo. Hoje, é o contrário, como se isso fosse chato. Ou seja, o publicitário virou defensor de vender bebida alcoólica às 7 horas da noite. Parou de perceber que aquilo é um dano que ele também está ajudando a fazer. Espera lá, não é? Se há uma pessoa que respeita minha profissão sou eu, eu vivo disso, sempre vivi disso. Só acho que há maneiras éticas e responsáveis de fazer. Estou achando que as pessoas perderam isso. Se você falar esse discurso hoje, ou está velho, ou é visto como o discurso de quem está contra. O duro, para mim, é alguém achar que responsabilidade, ter uma visão responsável é contrário à idéia de criatividade. Isso é completamente absurdo. Eu sou irreverente para burro, adoro uma boa piada, adoro brincar com tudo, desde que eu não invada o direito dos outros, que não abra feridas e chagas na sociedade. Há um limite.”

“criei alguns inimigos à toa, porque eu dizia que nossa profissão era técnica. Quando houve a briga pela exigência do diploma, eu falava: “Gente, não é possível. Eu conheço grandes redatores que são engenheiros, médicos…”. Ou seja, não acredito em que um sujeito, para ser bom profissional de criação, tenha necessariamente que ter o curso de comunicação.

Entrevista no Jornalirismo, vídeo no YouTube, dica do BlueBus.

Post-It: Entrevista de Matt Mullenweg

Matt Mullenweg, um dos fundadores do WordPress e manda-chuva da Automattic concedeu uma entrevista onde manda muito bem sobre a blogosfera – incluindo sobre como ganhar grana blogando e, claro, WordPress – e diversos outros assuntos.

Em dado momento, o entrevistador pergunta o que Matt pensa sobre os movimentos da Sun e da Microsoft em criar ferramentas para concorrer com o Flash e ele solta uma frase que já vale a entrevista:

“Is sort of the last gasp of the dinossaurs”
(É meio que o último suspiro dos dinossauros)

Como eu disse, vale a pena: http://www.webware.com/8301-1_109-9719298-2.html