5 Conselhos Comuns Que Quase Sempre São Errados

Adoro o Cracked.com , humor geek e nerd, cheio de referências e escrotidão, mas também muito bem embasado e pontos de vista muito bem defendidos – o que não significa que estão certos.

Além de aprender muito sobre ciência e bizarrice com os textos deles, de vez em quando vem umas coisas muito boas sobre o cotidiano, como este 5 Common Pieces of Advice That Are Almost Always Wrong ( 5 Conselhos Comuns Que Quase Sempre São Errados ) com conselhos comuns que não devem ser levados tão ao pé da letra e versões melhoradas deles, com exemplos muito bons!

Confira:

Conselhos Originais

  1. Nunca deixe de lutar pelo que acredita!
  2. Não tenha medo de dizer o que pensa!
  3. Esqueça o passado!
  4. A única pessoa que você pode confiar é você mesmo!
  5. Aproveite o momento! Viva cada dia como se fosse o último!

Conselhos melhorados

  1. Nunca pare de lutar… e nunca deixe de questionar se você está mesmo do lado certo!
  2. Diga o que pensa, mas não fiquer surpreso se não te ouvirem!
  3. Assuma seus erros, mas não fique obcecado por eles!
  4. Algumas pessoas são más. Aprenda a detectá-las!
  5. Faça o hoje valer a pena

Original, em inglês, em http://www.cracked.com/blog/5-common-pieces-advice-that-are-almost-always-wrong/

Maldições e Bençãos pelo caminho.

Quando reconhecemos o que faz o belo ser belo
Surge o feio!

Quando reconhecemos o que faz o bom ser bom
Surge o mal!

(Tao Te Ching, Aforismo II)

Tatuagem Taoísta, mocinhos Star Wars: Aliança Rebelde.Tenho uma habilidade de leitura extrema, derivada de meu vício de leitura e uma pitada de ansiedade, e que me faz ler quase tudo que pode ser lido que estiver ao alcance dos meus olhos – além de ler muito rápido.

Muitas vezes, me permite alguns “super poderes“, algumas bençãos. Como ler páginas e páginas de livros ou revistas em pouquíssimo tempo, perceber o que está escrito em uma placa sem olhar diretamente para ela ou saber o tom e o conteúdo geral de um texto com praticamente um olhar.

Em outras ocasiões é quase uma maldição. Fico tenso ou disperso em uma conversa ou uma tarefa pelo excesso de informação e/ou ler algo que me distrai. De vez em quando, leio algo que não devia ler – uma anotação indiscreta num post-it, um e-mail comprometedor, um post inadequado ou um documento confidencial mal escondido.

Tatuagem Taoísta, vilões Star Wars: Império Galáctico.E o que deriva desta habilidade nem sempre é positivo num primeiro momento – nem sempre é positivo em qualquer momento – mas ainda assim, considero que muitas das consequências desta “maldição” me fazem algum bem, ou ao menos o que julgo como bem num primeiro momento.

E este é o ponto: na verdade, só o tempo e algum contexto pode nos dizer se o nosso jeito, nossas habilidades, nossas ações e daqueles que agem sobre nós é uma maldição ou benção. É isso que muitas vezes esquecemos na nossa leitura apressada dos caminhos da vida:  tem um pouco de preto, um pouco de branco, um bem aqui, um mal ali.

A Vida não é maldita, nem bendita. A vida é só vida.

Você é a doença, eu sou a cura – Tributo ao Sylverster Stallone.

O primeiro filme que vi no cinema, pagando com dinheiro do meu próprio trabalho, foi Rambo III. A experiência foi fantástica: aos 12 anos, sozinho, em uma sessão de um filme com censura 14 anos: me senti um adulto completo.

Mas não apenas isso! A experiência me introduziu (sem conotações maldosas) às sutilezas da atuação do mito dramático e filosófico Sylvester Stallone. Depois disso, evoluí bastante no meu gosto por filme, e até banco o intelectual, mas não posso esquecer minhas raízes.

E às vésperas de lançamento de Rambo IV, tenho aqui que pagar meu tributo, repetindo as pérolas que Sly, vestindo diferentes roupas (alguns dizem que interpretando diversos personagens), proferiu:

  • Você é a doença. Eu sou a cura!
    (Cobra, em Cobra)
  • Quando eu viro meu boné para trás… é como um interruptor que liga minha força.
    (Falcão, em Falcão – O Campeão)
  • Murdock. Eu sou o seu pior pesadelo.
    John “Homero” Rambo em Rambo II – A Missão)
  • E isto é a luz azul [...] Ela faz luz azul.
    (John “Goethe” Rambo em Rambo III)
  • Fim de Jogo.
    (Toymaker, em Pequenos Espiões 3D: Game Over)
  • Você vai se arrepender pelo resto de sua vida… os dois segundos que restam.
    (John Spartan, em O Demolidor)
  • Heróis nunca morrem, eles só recarregam.
    (frase do trailer de Rambo IV)
  • Live for nothing or die for something. Your Call.
    (John “Sócrates” Rambo, no trailer de Rambo IV)
  • “E o coelhinho da Páscoa, também não existe?”
    (John “Charles Dickens” Rambo, em cena de O Pai Natal Não Existe, versão redublada do primeiro Rambo, que você confere abaixo)
  • “Filho, lembre-se: O mundo, nunca pára de girar”
    Falcão “Nietzsche” em Falcão, O Campeão.
    (colaboração do leitor Vinny)