Video colaborativo do Capital Inicial, o Montage e o “quem não faz, toma.”

Sabe aquela estória de “quem não faz, toma”? Pois é, minha vida é recheada de casos assim. Preciso encontrar investidores loucos, parceiros mais corajosos, ou eu tomar vergonha e ser mais competente no D.I.Y.

Vi no CHMKT um repique do post do Mlog sobre vídeo colaborativo do Capital Inicial, de 2008. Provavelmente já devem ter feito algo bem antes, mas eu dei a idéia na comunidade do duo eletrônico Montage em setembro de 2006 e ninguém deu bola. Pensei em fazer algo eu mesmo, mas acabei deixando de lado.

Mensagem minha no fórum da banda/duo Montage, em 05 de setembro de 2006.

“…uma maldita dor de dente, que nem a bebedeira de sábado e posterior ressaca de domingo, nem o benflogim curou, me impediu de ir.

Mas falando do principal, o vídeo, tenho uma sugestão.

Em tempos de web 2.0, conteúdo colaborativo, comunidade e talz, e aproveitando que vocês ainda são uma banda com um contato bem próximo com o público, por quê não convocam a galera a ajudar a montar um clipe?

3 ou 4 sujeitos com uma mini-dv ou mesmo uma cybershot de alta (média) resolução consegueriam captar uma música inteira em vários ângulos e perspectivas. Imagine uma galera, cada um fazendo seus 15, 30 segundos de clipe do Montage.

A banda entraria, “praticameeeeente”*, só com o trabalho de “praticameeeeente” captar o áudio, “praticameeeeente” decente, e “praticameeeeeente” editar os vídeos fontes.

Original na comunidade Montage,no Orkut

Trecho do post no CHMKT em 5 de fevereiro de 2009:

Capital Inicial e as Mídias Sociais

Post bem interessante do Mlog:

Criação musical coletiva

A banda brasileira Capital Inicial está testando um modo inédito de gravar clipes: ao invés dos tradicionais processos, chama o público dos shows para gravar e depois monta com as imagens captadas pelos fãs. É o chamado clipe de mídia social.

A primeira tentativa foi em novembro de 2008, com a música Dançando com a Lua, que recebeu mais de 500 colaborações de vários fãs em diversas cidades brasileiras. Obviamente, está disponível no YouTube.

original em http://chmkt.blogspot.com/2009/02/post-bem-interessante-do-mlog-criacao.html

Post do Mlog, em 02 de Fevereiro de 2009:

Criação musical coletiva

Isso é que eu chamo de criação coletiva! Interessante ver os comentários sobre o vídeo. Acredito que esse tipo de iniciativa alimenta ainda mais a fidelidade dos fãs à sua banda favorita.

Realmente, mudamos a forma como se produzem produtos da indústria fonográfica.

Moral da estória/história: teve idéia? Vai lá e faz. Não espere ninguém e quebre tudo.

Celso Bessa, ouvindo D.I.Y., do KMFDM.